//
Provocações

(Retornar – Textos em  Ordem Alfabética)

 

Provocações

O olhar trazia uma afirmativa
que me isentava da resposta.

O que eu lia nos teus olhos
me fazia baixar os meus.

Eu que sempre soube sustentar olhares .

A recomendação
era seguir pelo caminho do meio
para não perder o equilíbrio.

Logo a mim,
a quem encantam extremos.

Tinha uma lua amarela no céu
e a tua lembrança
me provocava
verso.

Não era para te provocar
mas te saber provocado
sempre me deixa
provocante.

Se isso não fosse um poema
e eu estivesse sob os teus olhos,
provavelmente,
não diria tanto.

Mas, como páginas brancas
não ruborizam,
eu verso.

 

(Flávia Côrtes – julho de 2012)
www.poetaflaviacortes.com.br

Textos devidamente registrados na Biblioteca Nacional e protegidos quanto aos seus direitos autorais.

======================================================
Poesia Falada: Confira tudo sobre o CD no link Verso em Voz

Maiores informações: contato@poetaflaviacortes.com.br

======================================================

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: