//
A Musa

(Retornar – Textos em  Ordem Alfabética)

A Musa

Ah, Poeta, sei que canta o que te encanta.
Só não sei, de verdade, se teu canto
é por mim
ou pelo cantar.

Mas, sabe, poeta, já não importa,
desde que cante.

Porque se te inspiro
e me derrama de ti em verso,
que faço eu,
que não sou poeta
e te levo inteiro dentro de mim?

(Flávia Côrtes – Maio de 2010)
www.poetaflaviacortes.com.br


Notas:

  • Esses versos nasceram no Recanto das Letras, onde coloco uns versos e onde acontecem belas interações entre poetas de todos os estilos. 
  • Os versos do poeta Mário Roberto Guimarães, particularmente, inspiraram inúmeros poetas. Para conferir tudo, segue o linkhttp://www.recantodasletras.com.br/trovas/2021170

Minha Musa
(Poema de Mário Roberto Guimarães)

Catando a dor da saudade
Que deixa a alma confusa
Busquei o amor de verdade
E achei em ti, minha musa
(Mário)

 

Textos devidamente registrados na Biblioteca Nacional e protegidos quanto aos seus direitos autorais.

======================================================

Poesia Falada: Confira tudo sobre o CD no link Verso em Voz

Maiores informações: contato@poetaflaviacortes.com.br

======================================================

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: